sexta-feira, 2 de março de 2012

Uma Árvore de Estimação.


De todas as pessoas que eu conheço – alguém me corrija se eu estiver errada – sou a única que tem uma árvore de estimação. Cachorros, gatos, passarinhos e roedores são senso comum. Mas árvores? Pois sim! Eu tenho um vegetal de estimação. Trata-se de uma árvore cor de rosa - que eu julgava ser um ipê - localizado no parque da cidade, uma árvore pela qual eu tenho um apreço danado.

Quem passar por ela hoje não vai ver nada de especial. Na época da chuva ela, de fato, não se destaca. Sua beleza, entretanto, aparece nos dias de seca, quando todo o parque está começa a ficar ressecado, meio amarelado e sem vida. É nesses momentos que ela se mostra, majestosa, linda, cor de rosa e diferente de tudo à sua volta.

Não posso evitar a comparação: as pessoas funcionam mais ou menos assim. O que quero dizer é que quando a vida está em ordem, fluindo bem, sem grandes problemas, todo mundo é meio igual. Na época da chuva é fácil ter a grama verde e as árvores frondosas. É fácil sorrir quando tudo vai bem.

Há pessoas, entretanto, - e diga-se de passagem que essas são as minhas favoritas – que conseguem se destacar na hora da dificuldade. Sabe aquela criatura que tem capacidade para sorrir, olhar as coisas pelo melhor lado e para levantar a cabeça, quando tudo está uma solene bagunça (para não usar outra palavra, se é que me entendem)? Meu ipê de estimação me lembra exatamente da existência dessas pessoas.

Quando eu vejo a Minha Árvore tão diferente de toda a paisagem, não posso evitar um sorriso. Sinto-me feliz por vê-la, por ter a chance de me lembrar que mesmo nas situações mais áridas, há motivos para permanecer de pé, firme e grata pelo que já tenho.

Passar pela Minha Árvore é algo que me faz refletir que não se deve pautar a vida pelo que falta, mas pelo que se tem e se pode atingir. Ver Meu Pretenso Ipê sobreviver tão altivo aos dias de seca é algo que me faz muito bem.

Ok. Só doido mesmo, para ter árvore de estimação. Tudo bem, não me importo. O que quero mesmo dizer é que menos importante é o comportamento das pessoas na bonança. No final das contas, em bom português, o que vale mesmo é saber como cada um se vira quando a porca torce o rabo.

Beijinhos
Fê Coelho


3 comentários:

Tais Luso disse...

Nenhuma comparação seria melhor do que essa sua! No período de vacas magras, todos se queixam, se lastimam. E no período das vacas gordas, todos acham tudo muito natural. Conviver num burburinho seja familiar, financeiro ou social todos nós abrimos um bocão, como se nascemos todos para sermos felizes em tempo integral. Felicidade e tristezas se alternam, são momentos. E saber levar, saber tirar do fundo do poço coisas que podem abastecer nosso espírito, é ato heróico!
Como sempre, Fernanda, 'mandas' muito bem teus recados... Para muitos devem servir!
Ah... adorei sua árvore de estimação! Estou pensando num jacarandá que anda por aqui meio esquecido... E dá sombra para todos!

Grande beijo.
Tais luso

Sueli Gallacci disse...

Ah, menina, vc não é louca não! É de uma lucidez invejável!!! Teu texto tocou num ponto que já andou permeando meus pensamentos. Viver sorridente e amar a vida quando tudo está bem é pra qualquer um. Levantar a cabeça e ser otimista quando as coisas não vão bem é pra poucos abençoados!

E quem não queria ter esse lindo Ipê como árvore de estimação?... Sabe que me deu uma grande vontade de ter um também? Bichos de estimação eu já tenho muuuuuitos, agora vou ou arrumar um Ipê pra mim, tem muitos aqui onde eu moro rsrs. Vou escolher um amarelo pra vc não me chamar de invejosa, ok? rsrs

Adorei estar aqui, ler os teus textos sempre cheios de significados. Estava afastada há meses da blogosfera, muitas saudades viu!

Beijo enorme!

De papo com Deus disse...

” Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor muito excede o de finas jóias.” (Pv 31:10)

Uma mulher de Deus é desprovida da vaidade, pois a vaidade por si só, nada mais é do que aflição de espírito. A mulher que tem compromisso com os mandamentos de Cristo, essa sim, tem paz no coração.

Querida Fernanda, que a sua beleza seja no seu modo de agir!

Oro para que sejas virtuosa, aos olhos do Pai, tanto quanto as grandes mulheres da Bíblia. Que você alcance a mesma humildade de Ana, a coragem e a sabedoria de Ester, a dedicação e a fidelidade de Rute, a força de Débora e a fé de Sara, tornando-se uma Mulher VITORIOSA!

Parabéns pelo seu DIA!

Cássia (De papo com Deus)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...