quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Textos de mulherzinha?

Ontem à noite, enquanto eu mostrava meu último texto para o meu digníssimo, ele exortou-me a prestar atenção ao que escrevo. Segundo ele, meus textos são demasiado femininos e o público masculino não tem paciência para isso.

E o que é que eu posso fazer em relação a isso? - eu me pergunto. Escrevo sobre meninices, lacinhos, família e cotidiano, pelo simples fato de serem essas coisas que povoam o meu cérebro. E acrescento: seria uma perfeita tapada se começasse a escrever sobre carros, futebol, video-games, política exterior, bolsa de valores, butecos e outras coisas pautadas por níveis altíssimos de testosterona. Não entendo nadica de nada dessas coisas e pedir que eu discorresse sobre elas seria o mesmo que pedir a um rinoceronte que usasse meias finas e dançasse balé com sapatilha de ponta.

Descupem, mas eu não consigo.

De mais a mais, será mesmo tão ruim pensar sobre as coisas sob uma perspectiva mais suave?

6 comentários:

Leandro Lawall disse...

Haha Fê, relaxa. Na hora que eu li o título eu juro que pensei no Fred Mercury Prateado falando:"Tá usando roupa de mulherzinha" ..ahah juro mesmo.

Me identifico com muitas das coisas que você escreve, é natural que não com todas as coisas. E eu não entendo muita coisa sobre política exterior e não conheço muitas pessoas que gostem(REALMENTE) de falar disso (Conheço algumas que gostam de curtir que conhecem).

Mas sempre volto aqui, então pelo menos de minha parte garanto que você agrada a uma parte do público masculino (EEeeu) rsrsrs

Fernanda Gonçalves disse...

Hahaha. O Fredão foi ótimo. rs
Obrigada pelo apoio, Lê. Bom saber que não sou a única a não ter jeito para falar de política exterior. Sabe, dá uma sensação de pertencer ótima. rs
Beijos

Tais Luso disse...

rsrs... Pois eu acho ótimo! Também não entendo e nem escreveria sobre futebol, Box, carros... Ô coisa chata! Que vivam as mulherzinhas! Li teus textos, mais abaixo, e gostei bastante.
Beijo grande
Tais luso

Fernanda Gonçalves disse...

Nossa! Esqueci de pensar nos esportes testosterona dependentes. rs. Que vivam as mulherzinhas! Obrigada pelo carinho, Tais.
Volte sempre
Beijo

Marliborges disse...

Rsrs. Eita preconceito, hein!!! Vixe Maria!! Li outros texto seus e adorei, muito interessantes e criativos. Bjssss

Fernanda Gonçalves disse...

Obrigada Marli. Bota preconceito nisso, né. rs
Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...