sábado, 25 de junho de 2011

Eu e a Moça do Espelho





Ei você aí, do outro lado do espelho. Será que pode ter a bondade de se apresentar? Tenho a vaga sensação de conhecê-la, mas você me parece tão diferente, Moça do Espelho, que já não estou mais tão certa assim.


Reconheço os olhos castanhos, os cabelos louros e o sorriso largo. Entretanto, há algo em você que está completamente diferente. Por que é que tenho a sensação de que seus olhos andam escondendo significados? E por que não consigo entender se você ri de mim ou para mim? Quem é você, criatura nova, que me esconde alguns segredos, à medida que deixa migalhas de explicações pelo caminho?


Se é que já fomos apresentadas, quando foi que isso se deu? Em que momento você passou a fazer parte de mim? 


 Sim, querida, porque não me lembro de um dia ter sido assim tão crítica. Nem me recordo de ter sido tão independente. Isso é coisa sua, Moça do Espelho. Isso tudo é novidade. E tudo o que é novo causa rebuliço. 


 Estou cá do outro lado da superfície espelhada, tentando aprender seu jeito de agir e pensar, Moça do Espelho. Estou sinceramente me esforçando para te conhecer, para compreender essas novas cores - tão nítidas - que vieram para substituir seus antigos tons aquarelados. 


 E se tento te compreender é porque estou maravilhada com a sua existência, Você Aí do Outro Lado. Não sabia que você poderia ser assim, tão viva. Não imaginava o quão interessante poderia ser. E, principalmente, não esperava que você pudesse mudar tanto assim. 


 Confesso que, em alguns momentos, você me deixa tonta. E nesses instantes, me afasto. Porque algumas mudanças ainda me assustam. Mas não deixo de retornar à sua companhia, porque aprendi a aceitar suas nuances e a me adequar ao seu ritmo. Volto porque preciso saber e entender quem você é e o que vai ser de agora para a frente, Moçoila do Espelho.



Espero sinceramente que possamos nos dar bem, pois gosto cada dia mais de você. Faço votos de que desculpe as minhas faltas e me ensine a ter a sua coragem.



E, principalmente, desejo que você, Moça do Espelho, louca, corajosa, autônoma e forte, queira viver aqui comigo, do outro lado. Porque acredito firmemente que podemos nos dar muito bem e porque sei que podemos ser uma só.



Um beijo enorme.
Melhor não assinar. Pode parecer coisa de doido!
Para ouvir:
Beijinhos
Fê Coelho

5 comentários:

ƸӁƷBeautiful Butterfly WomanƸӁƷ disse...

Uauuuu!é isso que eu chamo de se amar...hehehehehe!!!bola prá frente que atrás vem gente...auto-estima sempre em alta...nos faz tão bem a gente se amar...se amar...amiga desejo á vc.uma semana cheia de amor...beijos queridaa!!

Pétala disse...

Que texto lindoooo! Eu também amo demais a Moça do espelho, acho ela o máximo, kkkkkk!

Beijos e pétalas.

Vanessa Souza Moraes disse...

As muitas que somos.

Andressa disse...

a moça do espelho não me conhece.

T.H.A.R.Y disse...

Postagem perfeita! Não sei nem o que dizer. Amei seu blog as poesias são lindas, profundas e uma forma diferente de se entender. parabens.
Thary de:
Pensando em *Silêncio:http://pensandosilencio.blogspot.com/

*Pensamentos em musicas:
http://pensamentosemmsicas.blogspot.com/

*Borboletas Lilas: http://borborlis.blogspot.com

*Historiando: http://histriando.blogspot.com

*Sem comen'T.H.A.R.Y'os: http://semcomentharyos.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...